No dia 25 de Novembro, o Agile Tour Recife e o Agilidade na Prática estarão unidos mais uma vez para promover um evento de alto nível, cujos principais objetivos são:

  • Reforçar a disseminação dos tópicos ágeis
  • Fortalecer a comunidade ágil local
  • Compartilhar visões e casos de sucesso
  • Incentivar à adoção de frameworks e metodologias ágeis por grupos e empresas

Sobre o Agile Tour Recife

O Agile Tour é atualmente a maior conferência sobre metodologias ágeis no mundo. Em sua quarta edição, o evento será realizado em mais de 60 cidades e em mais de 23 países entre os meses de outubro e dezembro de 2011.

Organizado pelas comunidades ágeis locais, é um evento sem fins lucrativos e tem como principal missão o de criar lideranças em ágil nas

Leia o resto deste post »

Anúncios

 

  – Estrutura Organizacional

Entender o tipo de organização onde se está inserido é fundamental para a orientação diária de um gerente de projetos. Compreender os altos e baixos de cada estrutura organizacional e manter o alinhamento das atividades com a cultura da empresa é uma obrigação de cada colaborador. Nesse artigo entenderemos os três principais tipos de estrutura organizacional.

  • Estrutura Organizacional Funcional

As organizações funcionais são as mais tradicionais e seguem uma estrutura hierárquica por natureza. As operações semelhantes originam os departamentos onde todos os colaboradores alocados possuem perfis semelhantes variando apenas o nível de Leia o resto deste post »

Bem pessoal me foi solicitado que divulga-se essa pesquisa, como vejo que a mesma é muito importante para todos nos que estamos na área de projetos ,  segue a solicitação e mais informações sobre a mesma!

Prezado,

Estamos realizando um projeto de pesquisa internacional que está sendo
financiado pelo PMI. O principal objetivo deste estudo é buscar uma 
compreensão de como a cultura de diferentes países impacta nas 
percepções de sucesso e falha de projetos. 
Agradeceria se vocês pudessem responder ou divulgar esse questionario
com profissionais que atuam com gestão de projetos (desenvolvedores,
gerentes, clientes). Ressalto que os respondentes não são
identificados.

Leia o resto deste post »

Recentemente li uma matéria na revista Mundo PM (Edição de Out/Nov 2010) intitulada Inteligência emocional para gerente de projetos, muitos fatores me despertaram certa curiosidade, então resolvi me interar mais sobre o tema e verificar como isso pode afetar meu gerenciamento e meu aprendizado.

Definição de Inteligência Emocional: “É a capacidade de monitorar seus próprios sentimentos e os dos outros, fazendo a distinção entre eles e usando essa informação para orientar o pensamento e a ação de uma pessoa.” (MERSINO, 2009, p.17).

Segundo o psicólogo americano  Daniel Goleman, autor do Best-seller “Inteligência Emocional: a teoria revolucionaria que define o que é ser inteligente”, a inteligência emocional pode ser caracterizada pelas cinco habilidades abaixo:

Leia o resto deste post »

O Project Management Institute possui várias certificações que abrangem tanto o profissional iniciante na área de projetos, como profissionais mais experientes. Com resultado de algumas avaliações anuais, o PMI observou um crescimento no interesse por gestão ágil de projetos, então resolveu criar uma prova que garantisse aos empregadores a base teórica em projetos ágeis e habilidades profissionais dos certificados.

Leia o resto deste post »

O ciclo de vida de um projeto é composto pelos seguintes processos: Iniciação, Planejamento, Execução, Controle e Encerramento. Nesse post irei abordar um pouco sobre a iniciação do projeto que é a fase de proposta do projeto, onde o mesmo é avaliado com relação a o seu real objetivo, a sua prioridade e impacto com relação a organização, junto à diretoria.

Os projetos surgem de necessidades e demandas. A mesma pode ser interna ou externa e a sua postura deve se adequar a esses fatores. Desenvolver uma proposta de projeto não é algo simples, podendo partir de um formulário de solicitação do projeto, ou de um Documento Conceitual de Projeto onde você deverá registrar informações gerais, inclusive os objetivos e o resumo do projeto para que a comissão julgadora, diretoria ou pessoa responsável por aprovar a proposta de projeto, possa avaliar o mesmo. O documento conceitual é uma forma de alinhamento com os stakeholders, pois deixa a critério dos analisadores aprovarem ou não o desenvolvimento do Termo de Abertura do Projeto (TAP). 

Depois de esclarecidos todos os pontos contidos no documento conceitual, o aceite do projeto é formalizado pelo desenvolvimento do TAP. O Termo de Abertura do Projeto (TAP) tem algumas finalidades fundamentais:

                Reconhecer que o Projeto deve começar: Ele tem como finalidade anunciar formalmente a todos os stakeholders que o projeto foi aprovado e estará sendo endossado pela alta gerência e que necessita de uma cooperação esperada.

                Consigna recursos ao projeto: Tempo, materiais, dinheiro e recursos humanos serão organizados para iniciar o projeto formalmente e desenvolver o mesmo da melhor forma possível.

                Designa o Gerente de Projetos: Em muitos casos, conhecemos o gerente de projetos antes do TAP, mas ele serve como uma notificação oficial de nomeação. O patrocinador do projeto formalmente transfere autoridade ao gerente que será responsável por monitorar todos os processos formais do projeto.

Leia o resto deste post »

   Conhecer as melhores práticas e estudar metodologias inovadoras de gerenciamento é fundamental para a manutenção da profissão de gerente de projetos. Cultivar habilidades visando um rendimento cada vez mais ascendente é de igual importância para o sucesso dos projetos. Definir requisitos, liderar equipes com diferentes perfis, elaborar documentos formais, avaliar processos, remover impedimentos, direcionar informações e reduzir os riscos são atividades diárias, mas quais seriam as habilidades que facilitariam essa rotina?

Primeiramente gostaria de fixar que a organização é uma das principais qualidades a ser cultivada por um gerente de projetos. Dominar diferentes perspectivas não é fácil e sem organização e disciplina pode se tornar um fator de risco para o cumprimento de suas atividades, chegando a comprometer todo um produto ou serviço. Possuímos uma grande quantidade de ferramentas para nos auxiliar diariamente, mas dominar essas ferramentas e alimentá-las é uma atividade que requer disciplina.

Tendo a organização sobre constante vigilância e aperfeiçoamento, a comunicação vem como segunda colocada nas habilidades que um gerente deve cultivar e aperfeiçoar constantemente. Comunicar, com eficiência e clareza, pode parecer simples, mas muitas vezes requer uma atenção redobrada. Comunicar com responsabilidade e direcionamento são características muito valorizadas no contexto das atividades gerenciais. Uma comunicação clara ajuda a reduzir o desalinhamento com a equipe e os Stakeholders. Se empregada de maneira errada a informação pode gerar um ruído capaz de criar grandes impedimentos, comprometendo todo um planejamento. Verificar sempre a relevância daquela informação para o destinatário é uma excelente prática!

 

Leia o resto deste post »

Leia o resto deste post »

Restrições são inevitáveis, porém nosso trabalho é prever e equilibrar tais fatores restritivos. Escopo, Custo, Tempo, fatores comuns nas conversas entre gerentes de projetos. Estamos sempre escutando que surgiu um fato novo e temos que avaliar rapidamente para manter o cliente satisfeito, sem comprometer os requisitos acordados. O processo de levantamento de requisitos e a comunicação dele com os stakeholders podem ser apontados como o momento exato para se tentar prever esses fatores, deixando todos cientes do risco e calculando as margens para alcançar o tão esperado êxito no processo de encerramento do projeto. Devemos entender bem cada requisito acordado, mas a forma como repassar para a equipe de desenvolvimento é tão importante quanto o alinhamento com os stakeholders, afinal eles estarão diariamente criando e viabilizando cada requisito. Comunicação é, no meu ver, a chave de qualquer ponto restritivo. Deixar claro as atitudes tomadas diante dos problemas é deixar o projeto transparente. Acordos foram feitos para serem cumpridos e serão desde que, todos estejam comprometidos e bem alinhados. Restringir é sempre uma forma de limitar e essa limitação deve esta bem compreendida por todos. Entregar um produto no padrão do investimento é  Leia o resto deste post »

Olá Pessoal,

Para quem se interessa por gestão de projetos, PMI, PMP, já deve ter ouvido falar sobre as mudanças que o Exame de Certificação PMP irá sofrer em 2011.

O PMI sempre está atualizando esse exame para que o mesmo acompanhe a evolução do mercado e das diversas indústrias que compõe esse mercado. (TI, Engenharia, Arquitetura, Medicina, etc.)

Além do programa para manter o profissional certificado “sempre atualizado”, chamado CCR, o PMI possui o RDS, que nada mais é um conjunto de voluntários espalhados por todo o mundo responsáveis por manter o exame “atualizado” e refletir as necessidades atuais da profissão.

Leia o resto deste post »